28 de março de 2011

Oliveira

Em Outubro do ano passado voltei ao viveiro onde comprei o meu carvalho com o objectivo de comprar uma Oliveira que já tivesse o tronco um pouco desenvolvido.

Acabei por encontrar uma que achei que tinha um potencial interessante:

Não havia árvores mais pequenas...
pormenor do tronco
Dei-lhe uns dias para se adaptar à nova morada e depois dei-lhe uma poda bem forte. Até fiquei com pena dela, mas já li muito sobe oliveiras e são árvores incrivelmente resistentes.

Isto foi como ela ficou depois da segunda poda, no dia 19 de Março:




Nas últimas duas semanas, já cresceu bastante. Um dos ramos novos já tem mais de 10 cm e tem um diâmetro considerável. Esta árvore não deixa de me surpreender...

Sei que ainda vai precisar de um poda algo drástica, mas vou deixá-la desenvolver-se livremente até ao final de 2011 e entretanto vou pensando no que fazer.
Provavelmente vou reduzir muito os dois ramos principais até praí 5 cm da primeira bifurcação e começar a trabalhar a partir daí, mas por enquanto quero que ela desenvolva os ramos novos que estão a crescer mais próximos do solo.
Quaisquer dicas que me possam dar serão bem-vindas.

25 de março de 2011

Novas Macieiras




No final do ano passado deixei umas 6 sementes de macieira no frigorifico em estratificação e não tardou a que uma delas mostrasse sinais de vida.

No final de Janeiro decidi retirá-las do frigorífico, quando 4 dessas sementes já tinham germinado. As outras duas pareciam ter apodrecido, por isso não as consegui aproveitar.

Plantei as que tinham germinado em dois copos de plástico com uns furos na base e deixei-as a crescer livremente durante quase dois meses.

As fotos seguintes mostram como estavam quando fiz o tranplante no sábado passado:










Elas parecem ter gostado da nova casa e estão todas a desenvolver-se muito bem.
Estou bastante entusiasmado com elas e o meu plano é deixar duas delas crescer e fazer companhia à minha outra macieira como bonsai de tamanho médio e das outras fazer dois bonsai muito pequenos com 10 cm (ou pouco mais) de altura.

Outra hipótese seria fazer um mini-pomar num vaso tipo tabuleiro, juntando todas as macieiras. Tenho a certeza que isso será muito trabalhoso e tenho que aprender muito para não as matar.
Também me dá medo o facto de ainda não ter uma morada definitiva e ocorra alguma desgraça quando transportar um vaso desse tipo, mas como ainda vai demorar bastante tempo até conseguir juntá-las todas no mesmo vaso, penso que não há problema em sonhar...

Gostava de ouvir (ler) opiniões e conselhos sobre o que fazer.

Prometo actualizações das outras árvores no fim-de-semana!

20 de março de 2011

It's alive!


E praticamente 6 meses depois volto a dar sinais de vida. Eu e as minhas mini-árvores!

Na terça-feira, quando fui regar as minhas árvores, coisa que não fazia há quase uma semana, tive uma boa surpresa. Finalmente outra das minhas tímidas sementes de Cerejeira Japonesa começou a crescer.
Quando dei conta dela já estava com cerca de 1~2 cm fora da terra, o que me deixou ainda mais contente.
 Tenho tirado umas quantas fotos e vou vê-la praí 3 vezes por dia, como se ela fosse ficar gigante dum momento para o outro, mas ao menos voltei a olhar para as minhas plantas com mais alegria e relembrei-me do prazer que me dá cuidar delas.

Aqui ficam duas fotos da evolução ao longo da semana:

Quando descobri que tinha rebentado já estava assim.

Hoje de manhã
 

Estou mesmo orgulhoso desta menina! Espero que tenha um destino melhor que a primeira. Pelo menos já desenvolveu muito mais que a outra.

Ao ver como esta se estava a desenvolver, e vendo que precisava urgentemente de replantar as minhas novas macieiras, dediquei uma boa parte do meu sábado a tratar de todas elas, replantando a maior parte, podando um pouco, etc.

Sei que já fui um pouco atrasado para fazer este tipo de coisas, mas as árvores estavam a precisar e foram umas horas bem passadas, com boa companhia, num dia de sol fantástico, como há muito fazia falta.